Como Comunicar Positivamente com Alunos – 5 Notas Para Reflexão para Educadores Atentos do Século Vinte e Um

Como Comunicar Positivamente com Alunos – 5 Notas Para Reflexão para Educadores Atentos do Século Vinte e Um

No final das nossas sessões de sensibilização para alunos, muitos Professores fazem o favor de nos dar os parabéns, e de nos perguntar “qual é o segredo” para a sessão ter corrido tão bem. Em primeiro lugar, não devemos esquecer que há logo um fator determinante: só estamos ali naquela escola, porque um Professor assim decidiu. E assim, o primeiro fator de motivação foi o próprio Professor. Os Pais e Encarregados de Educação, ao autorizarem a presença do educando na sessão, ao concordarem com a iniciativa do Professor, naturalmente, também têm um papel fundamental. Depois, além da nossa experiência, tentamos mobilizar a nosso favor, a favor da Escola e da sessão, o fato de sermos “uma novidade”, alguém externo à Escola, a quem os Alunos dão um pouco mais de atenção. No entanto, não é só isto. Temos uma lista com algumas questões que gostamos de rever no início de cada semana de trabalho. Tomamos a liberdade de a partilhar, para quem tiver paciência e vontade de a ler, de criticar, enfim, de refletir! PARA COMUNICARMOS POSITIVAMENTE , NAS NOSSAS SESSÕES TEMOS QUE : 1- Ser claros. Demonstrar ao Aluno o que ele pode ganhar com a sessão. O “esforço” de concentração vai “valer a pena” porque razões? Como é que a sessão pode ser útil para o seu futuro? 2- Dar espaço para a participação dos Alunos. Que espaço vão ter para falar? Para interagir? Para criticarem? Para se envolverem? 3- Deixá-los acertar…mas deixá-los também falhar! Que estratégias usaremos para corrigir, aumentando a resistência à frustração e assumindo o risco de sermos disciplinadores mais do que “animadores”. 4- Fazer com que usem todos os sentidos, todas “as áreas cerebrais”. As imagens foram bem escolhidas? Usamos a voz? Usamos gráficos? Que resumos vamos apresentar? 5- Usar o sentido de humor na hora certa. Muitas das vezes depois de a sessão estar a chegar a meio, depois de estar “em velocidade de cruzeiro”. Que estratégias vamos usar para “cair em graça” ao invés de “sermos apenas engraçados”. Bem, se leu até aqui, muitos parabéns. Esperamos sinceramente que seja útil. Porque não nos manda um comentário por email? mundobrilhantegmail.com Obrigado. Alfredo Leite, Psicólogo Educacional e Coordenador Pedagógico do Mundo Brilhante Desenvolvimento de Competências mundobrilhante.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

0 WooCommerce Floating Cart

No products in the cart.