A felicidade

A felicidade que me interessa, não passa por andar sempre a rir.

Sou sensível ao argumento que alerta para o perigo de uma “ditadura da felicidade”. Essa “ditadura”, consistiria em tornar em pequenos demónios os momentos de tristeza, ou de nostalgia, consistiria em diabolizar todo o momento que não se manifestasse com gargalhadas sonoras, corações desenhados com as mãos ou carinhas sorridentes. Sabemos que está errado. A melancolia faz parte.

A felicidade que me interessa, também não passa por apenas reparar o que está mal. Quantas pessoas não resolvem um problema, para depois descobrirem que…estão na mesma…

Interessa-me a felicidade dos que procuram ser hoje, um pouco melhores do que foram ontem. De preferência, tendo como ponto de comparação as suas próprias atitudes.

Tu bastas-te para exemplo.

Tu bastas-te.

A felicidade que me interessa, é isto, mas é muito mais. Se tentas ser melhor, olhando para o que fizeste ontem, já estarás num caminho excelente. Mas há mais…

A felicidade que me interessa, não está espelhada nos olhos de quem a busca. Não está sempre na paz interior de quem a valoriza. A felicidade (essa filha do otimismo flexível), está também no rosto das pessoas que partilham a vida contigo. Aí, não te bastas. Procurar ser feliz numa redoma, ou num mundo próprio, não funciona, nem faz sentido…

Penso sobre este tema, porque escolhi olhar para a psicologia, como uma ferramenta ao serviço da educação. Assim, como todos sabemos, a felicidade faz todo o sentido ser “o tema”, senão, porque é que vamos à escola? Porque é que aprendemos? Porque é que continuamos a colocar pessoas no mundo?

Não sei como, mas gostava de deixar claro: A felicidade, a  tua, só a vais descobrir quando à tua volta deixares esse tom feliz nas outras pessoas. As pessoas que admiro, as pessoas que, de uma forma ou de outra, se ocupam com este tema, essas pessoas, quase sempre, deixam felizes os que estão à sua volta. Ou, pelo menos, tentam. 

Em todas as nossas sessões, seja qual for o tema, estamos sempre a tentar ter um caso de amor com essa “tal da felicidade”.

Masterclass sobre ajudar as crianças a voltarem felizes. Informações.